o tempo voa

"o tempo voa", dizem eles. e voa tão depressa. um dia, a Carolina tentou agarrá-lo e ele escapou-lhe entre os dedos. e, quando deu por ela, tinha passado ainda mais tempo. somando tudo, percebeu que se perdeu num turbilhão de coisas que lhe preenchem os dias que, importantes ou não, criam histórias que nos marcam de alguma maneira. 
hoje, a Carolina voltou. segurou o tempo da melhor forma que conseguiu e prometeu não o deixar escapar de novo. afinal de contas, o tempo traz tantas histórias e elas têm de ser contadas!

Sem comentários:

Enviar um comentário